segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Saudade eterna...

E ainda não há palavras, e nem nunca haverão... Não existe no mundo nada capaz de expressar verdadeiramente o tamanho da dor e da saudade...
Queria poder sorrir ao me lembrar de suas deliciosas gargalhadas, do modo como inclinava o corpo para trás, com as duas mãos dentro dos bolsos da bermuda de brim, sempre clarinha.. mas esta lembrança, mesmo sendo uma das mais lindas, me traz lágrimas aos olhos... Quanta saudade desse riso aberto e sempre tão sincero... quanta saudade sinto e sempre sentirei dele...
Ah, meu tio.. meu amigo.. meu pai... o homem mais bondoso que conheci... o coração mais disposto a ajudar... só agora posso ver que te curti tão pouco... desfrutei tão pouco de tua presença...
Queria poder voltar no tempo, ficar mais ao teu lado, te abraçar mais... queria ter mais uma chance de estar ao teu lado, poder olhar teus olhos, sempre tão amorosos, e te dizer o quanto eu te amo, o quanto você é importante pra mim, o quanto me ajudou com seus conselhos, o quanto foi essencial para meu crescimento, pra formação do meu caráter... mas infelizmente terei que conviver com a dor de nunca ter te dito isso... e como é grande essa dor...
Agora há um imenso vazio, que jamais será preenchido... A vida perdeu um pouco da cor e da graça.
Sei que o tempo trará conforto ao meu coração, e que um dia as lágrimas que molharem meu rosto ao me lembrar do teu serão de terna saudade, e de gratidão por tê-lo tido em minha vida... mas não hoje, não ainda... não por muito tempo...
O que há agora é uma amarga saudade reprimida no último abraço que não pude dar...


Dez dias sem meu amado tio... dor imensa.. saudade eterna...

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Texto escrito pelo meu grande amigo Wilkson Souza.. te amo mto irmãao!!



Assim como o sol se põem, lágrimas rolam por saber que não mais o veremos;
Mas as lágrimas não te deixariam ver as estrelas;
Também não é necessário chorar a perda do sol;
Pois saiba que no dia seguinte, ele voltará;
E brilhará como nunca;
Iluminando seu caminho;
E aquecendo seu coração;
Dando a esperança de sempre ter um novo dia.
Te amo de mais.
Pra mim você é o sol;
Do qual eu preciso;
Para iluminar meu caminho;
E aquecer meu coração.
Te amo e te amo.

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

E foi bem assim: Olhei, gostei.. sorri e deixei pra lá. Cedo demais pra me envolver de novo.. será? Pensei que sim.. Mas sabe aquela coisa que bate e te baqueia? Pois é..  um sorriso tão suave que devastou meio mundo dentro de mim.. então retribui, meio sem graça, meio fazendo graça... Charminho... Sorriso mais lindo, meu Deus...
Resolvi ficar na minha... será que devo? Não! Não devo não...
- Oi.. qual seu nome mesmo? - pois é.. o velho hábito de fazer o que não devo...
Você sorriu ao responder... aquele sorrisinho era ainda mais perfeito assim, de pertinho... Tô falando do teu sorriso de novo?? Nossa...
E ai vieram as noites online conversando.. as incansáveis trocas de mensagens... as ligações.. as longas conversas na porta de casa.. e aquele sorriso tão perto.. pertinho.. mais perto ainda, até que se tornou beijo... que sorriso.. que beijo...
Cada dia mais amigos, mais ligados.. E planos, e beijos, e outros planos... e outros beijos.. Eramos tão nossos sem pertencer a ninguém... E tudo ficou mais lindo.. mais colorido.. com um cheiro especial... E a gente se gostando, se curtindo... querendo curtir a vida e a família um do outro.. Muito cedo?? Com certeza.. mas e daí? Minha felicidade sentia pressa..

" Seria apenas mais uma historia se ñ tivesse tocado tanto a alma.. " Caio, meu amigo.. você adivinhou mais uma vez!!


Mas pressa também sentia o seu passado em voltar a ser presente... - Gosto de você, mas vou deixar de gostar.. - de tudo o que me disse, foi que mais ficou gravado.. E dizer todas aquelas palavras de incentivo a tentar de novo foi uma das coisas mais duras que fiz..  - Vai lá, tenta.. faz o seu melhor! E eu sorria pra você um sorriso molhado em lágrimas.. e o teu sorriso me sorria de volta, molhado também... Não era o que eu queria dizer, e teus olhos me diziam que não era o que você queria ouvir... Mas foi o que eu disse.. te disse pra ir.. pra tentar de novo.. mas engasgadas em minha garganta estavam outras palavras, um outro pedido... Elas lutavam pra se tornarem um grito.. e eu deixei apenas que se tornassem lágrimas... e te deixei.. nos deixei..

Dias.. segundos.. horas.. minutos.. nem sei quanto se passou nem como se passou.. tão pouco para a maioria, e tanto pra mim.. e pra você ( vi isso nos teus olhos naquele encontro desencontrado um tempo depois.. ) - Como você está? - você perguntou como se não soubesse...
 - Com certeza não tão bem quanto você! - e sorri..
- Será? - e me olhou com certa tristeza.. e aquilo no cantinho do teu lábio, aquilo era saudade ou apenas minha ilusão? Não sei dizer.. você saiu tão rápido.. Não me sorriu como antes.. não com aquele sorriso lindo...
E então você sumiu.. sumimos.. a falta crescendo junto com o conformismo.. tinha que ser assim.. Não, eu não iria te procurar, não mais.. A escolha foi sua, não minha.. e eu não ia interferir.. e se foram segundos, dias, minutos e horas mais uma vez...
E então, teu nome aparece na tela do meu celular... - Queria te ver hoje.. - ah, que doce som...
E sorri feito boba, olhando pro nada e imaginando se estaria sorrindo também do outro lado da linha.. Sim, eu também queria.. quero.. vou? Não sei.. só sei que passo por cima de todas as lágrimas se for falando de nós se você me disser mais uma vez que quer tentar de novo...

quinta-feira, 8 de novembro de 2012


“Se implorar resolvesse, não me importaria. De joelhos, no milho, em espinhos, agachada, com o cofrinho aparecendo. Uma loucura qualquer, se ajudasse, eu faria com o maior prazer. Do ridículo ao medo: pularia pelada de bungee jump. Chorar, se desse resultado, eu acabaria com a seca de qualquer Estado, de qualquer espírito. Mas amor não se pede, imagine só. Ei, seu tonto, será que você não pode me olhar com olhos de devoção porque eu estou aqui quase esmagada com sua presença? Não, não dá pra dizer isso. Ei, seu velho, será que você pode me abraçar como se estivéssemos caindo de uma ponte porque eu estou aqui sem chão com sua presença? Não, você não pode dizer isso. Ei, monstro do lixo, será que você pode me beijar como um beijo de final de filme porque eu estou aqui sem saliva, sem ar, sem vida com a sua presença? Definitivamente, não, melhor não. Amor não se pede, é uma pena. É uma pena ter o coração inchado de amar sozinha, olhos inchados de amar sozinha. Um semblante altista de quem constrói sozinho sonhos. Mas você não pode, não, eu sei que dá vontade, mas não dá pra ligar pro desgraçado e dizer: ei, tô sofrendo aqui, vamos parar com essa estupidez de não me amar e vir logo resolver meu problema? Mas amor, minha querida, não se pede, dá raiva, eu sei. É triste amar tanto e tanto amor não ter proveito. Tanto amor querendo fazer alguém feliz. Tanto amor querendo escrever uma história, mas só escrevendo este texto amargurado. É triste saber que falta alguma coisa e saber que não dá pra comprar, substituir, esquecer, implorar.”

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Ele me mudou tanto. Não consigo entender exatamente onde as mudanças começaram. Mas foram muitas. E acho que foi devagar. Se fosse rápido eu teria sentido. E talvez tivesse pisado forte no freio. Ninguém gosta de mudança, já que toda mudança implica uma perda. Quando a gente muda acaba saindo da zona de conforto. E a zona de conforto é, como o próprio nome diz, confortável, segura, boa.

Ele me deixou mais forte. A gente nunca percebe a força que tem até acontecer algo. E quando esse algo acontece, plim, surge aquela força absurda. E a gente se surpreende com as reações, pensamentos, sensações.

Ele me levou algumas pessoas. Poxa, eu lamento dizer isso, mas ninguém é eterno. E sabe aquele seu amigo muito amigo? Ele vai te deixar chateado. E sabe aquela pessoa incrível que você contava? Ela vai te decepcionar. E sabe aquela colega que almoçava todas as quartas junto com você? Ela vai passar a almoçar com outra pessoa depois que uma de vocês mudar d
e emprego. A vida é assim: traz algumas pessoas e afasta outras.

Ele me mostrou o que é um sentimento. É que nem sempre a gente sabe. Às vezes é necessário um empurrãozinho. Um beliscão. Uma queda ou um peteleco na orelha. A coisa está ali, ao seu lado, e nem sempre os seus olhos estão bem abertos para enxergar.

Ele me ensinou que os dias nem sempre são ensolarados. E que a chuva tem a sua beleza. O cinza também. E que nada é eterno. E que ninguém ganha sempre. E que esse é o grande barato de tudo. Essa inconstância, essa incerteza, essa interrogação.

Ele me fez ver que a beleza vai além de um salto alto, uma sombra preta, uma chapinha e unhas bem feitas. E que dinheiro não compra caráter. E que educação não está em nenhuma prateleira do supermercado.

Ele me fez acreditar que tudo passa. Que nenhuma dor é para sempre. Que nenhuma alegria dura 365 dias. Que a gente vive numa gangorra. E que o ditado “um dia é da caça, o outro do caçador” é a coisa mais verdadeira que existe.

Ele me deixou enciumada. É que todo mundo sabe quem ele é. Todo mundo já sentiu os efeitos que ele traz. Todo mundo já provou o seu sabor. E já se jogou em seus braços.

Ele, o tempo.

(Clarissa Corrêa)

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Até quando ??

Eu realmente não sei o que aconteceu.. o que eu fiz de errado... onde fui falha nessa relação...
Por mais que eu pense, busque, relembre cada passo que demos juntos até agora, não consigo ver onde for que vacilei.. onde pisei em falso...
Me pego cada dia mais pensando em tudo que deixei de sentir tenho sentido e em quanto tempo eu ainda poderei suportar as coisas como estão...
Olhar e não encontrar o que busco.. ouvir e não acreditar.. querer confiar e não conseguir... querer sentir tudo como antes, e não ser capaz disso... Como prosseguir assim???
Falo, explico, digo que não está bem como está... e não ouço murmúrios sequer que demonstrem que ao menos fui ouvida... isso me fere tanto...

Até quando serei capaz de continuar assim?? Me amo um pouco menos para tentar amá-lo um pouco mais... mas será que vale o sacrifício??

Em outros tempos eu teria certeza que sim... mas assim como mudam os ventos, mudam também as certezas...

sexta-feira, 20 de julho de 2012

" Sabe, eu me perguntava até que ponto você era aquilo que eu via em você ou apenas aquilo que eu queria ver em você. "
- Tati B.

É bem assim... Quando olho para o homem que tenho ao meu lado me pergunto se ele mudou ou se jamais foi aquilo que eu pensava que ele era.. Tudo o que vivemos foi sempre tão lindo, tão cheio de cor.. até o dia em que descobri coisas que me fizeram perceber que eu não vivia um conto de fadas, mas um relacionamento como outro qualquer.. com erros,  com mentiras.. 
A certeza e a confiança que ontem eu tinha hoje não existem mais... e eu me pergunto até quando isso vai durar...
Me sinto feliz, sim.. Tenho ao meu lado uma pessoa que faz tudo por mim.. mas isso não é mais o suficiente. É maravilhoso ter um companheiro pra todos os momentos, um amigo com quem conversar, mas o bem que ele me não é capaz de anular o mal que fez... 

Sinto meu amor minguar aos poucos....
... me agarro ao que resta e tento, de coração, dar o meu melhor... mas as coisas parecem vazias agora..

Eu seria uma hipócrita se dissesse que ele não me faz feliz! Faz sim, e muito!
Mas como posso continuar em um relacionamento em que não existe confiança? 
Como, se cada atraso, demora em atender o telefone ou o que quer que seja que ele me diga soa como uma mentira? Como posso estar ao lado sem confiar??

Passo horas pensando em tudo o que passamos juntos todo esse tempo, e de alguma forma parece que vivi uma mentira...

Não, eu não duvido do amor dele, mas saber que ele me ama já não me traz a segurança de antes...  Saber que ele me ama não faz com que eu me sinta amada de verdade.. estranho isso...
Cada pequeno desentendimento, cada maniazinha.. tudo parece me afastar ainda mais dele... e eu não sei se devo lutar contra este afastamento ou me deixar levar...

... tudo o que sei é que não é mais como antes...

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Engano

É... e tudo indica que me enganei.. me precipitei.. meti os pés pelas mãos mais uma vez....
Acreditei que era o momento, mas acho que o momento passou, a gente deu o que tinha que dar.. deu o melhor... mas no fim das contas, devia ter deixado como estava...
A gente se gosta, isso está na cara.. mas gostar não cabe em um relacionamento como o nosso.. não tem espaço pra nada que não seja amor...

Já não há sonhos... nem planos.. nem propósitos... O que temos é um agora muito um tanto vazio... 
Carinho.. atenção.. nada disso existe... O que restou foi a amizade, a vontade de ajudar.. mas a verdade, por mais que seja dura, é que a gente se acostumou um com o outro e não quer se largar por isso...
Sempre vai haver muito de nós dentro um do outro, mas acho que está na hora de encarar os fatos.. os caminhos não são mais os mesmos.. e eu temia que um dia viesse a pensar assim...

... talvez seja melhor ir e te deixar... pra te permitir ser feliz, e poder ser feliz mais uma vez...

... porque não tenho conseguido ser feliz ao teu lado....

terça-feira, 24 de abril de 2012



“Se eu chorar, não me faça muitas perguntas, não precisa nem secar minhas lágrimas. Só me diz que você continuará comigo pra tudo, que tenho teu colo e teu carinho. E ainda que te doa me ver assim, me envolva nos teus braços e diga que eu posso chorar, mas que você não sairá dali enquanto eu não sorrir. Porque é isso que nos importa, não é? O sorriso um do outro.”
— Caio Fernando Abreu

sexta-feira, 20 de abril de 2012


E o que a gente faz quando o amor é o mesmo, mas a pessoa não??

(muito medo...)

terça-feira, 10 de abril de 2012

A volta...

“Mais do que querer você de volta, eu me quero de volta, quero a felicidade nos meus olhos mirados em você. Eu quero a gente, eu quero tudo de novo, eu quero as coisas antigas, as primeiras, todas! Me devolve seu sorriso? Parece que eu não te faço mais sorrir, assim eu desespero mesmo. É uma resposta simples pra uma pergunta simples: Você vai voltar?”
. Caio Fernando Abreu


Sim.. sim.. Ele voltou! Aliás.. nós voltamos!!!
Voltamos diferentes.. com novos hábitos... novas convicções.. mas com o amor de sempre!
Voltamos porque pudemos ver que a vida separados não tinha a mesma cor.. o mesmo sabor...
Voltamos.. e eu acho que é sim, pra sempre!! Eu quero que seja! Eu farei de tudo pra ser!

Há muitos medos e incertezas.. alguns de antes.. outros de agora... 
.. mas há também algo que antes não existia: a superação!!
Eu superei a perda.. a dor.. a solidão.. a separação....
E isso me trouxe duas coisas que eu sei que farão toda a diferença:
- amor próprio; e
- força!

Estranho como eu sempre pensei que olharia para a tal da superação com olhos diferentes.. pensei que riria de tudo que passei e começaria do zero... ( e até tentei, mas não deu mesmo!!! ) e que viveria uma vida totalmente diferente da sonhada e planejada.. Pra mim superação seria isso, mas hoje vejo que, ao menos nesse caso, não foi!
Eu não superei apenas a perda... superei minha falta de amor próprio, minhas inseguranças, meus ciúmes doentios, e minha dependência... Sim, superei também a dor da perda, e aprendi que posso viver bem e feliz mesmo longe desse amor! Mas a maior superação foi a das minhas fraquezas.. o que me fez mais forte pra viver esse amor!

Sabe.. estou feliz! Muuito feliz!!!
E o melhor da minha felicidade é saber que vivemos bem um sem o outro, mas que somos melhores juntos!
E que não amo sozinha.. não sonho sozinha.. não planejo sozinha...

A gente se faz feliz.. se causa sorrisos.. se transborda!!!
A gente se cuida.. se ama.. se dá por inteiro...
A gente não soma 1+1 pra sermos 2... a gente se une, e nós 2 somos mais uma vez 1....

... e que seja eterno, não enquanto dure.. mas eterno mesmo....

quinta-feira, 5 de abril de 2012



“E quando já não sei mais o que sentir por você, eu respiro fundo perto da sua nuca, e começo a querer coisas que eu nem sabia que existiam.”
-Tati Bernardi
(Ou que ainda existiam...)

terça-feira, 20 de março de 2012

Necessito Formatar...


Já pensaram como seria mais fácil se nosso coração pudesse ser tratado como um computador??
Seria maravilhoso se pudéssemos pegar todos os momentos bons e colocar em uma pasta oculta, e só abri-los em nossas mentes quando realmente desejássemos.. todas as lembranças dos sorrisos, das brincadeiras, tudo ficaria guardado pra quando estivéssemos bem pra olhar de novo pra eles ao invés de virem à tona sempre quando menos desejamos.
Queria poder formatar meu coração.. sumir com tudo o que faz com que ele funcione de forma lenta, esvaziar ele de todas as coisas que ocupam espaço demais e não servem pra mais nada!! Ainda mais quando, de repente, pessoas e momentos aparecem como vírus e bagunçam tudo o que levei tanto tempo pra organizar...
Mas, feliz ou infelizmente, tenho dentro de mim um coração e não um processador.. Sou humana, e não uma máquina.. e não posso simplesmente deletar o que não gosto ou jogar tudo dentro de uma pasta e deixar esquecida em algum lugar no disco rígido... e para meu desespero, sinto necessidade de formatar tudo aqui dentro de mim.. ainda mais agora que "uma ameaça foi detectada" e meu anti-vírus expirou.. 

quarta-feira, 14 de março de 2012


“Um brinde aos homens, mas principalmente àqueles que se arrependem quando te veem linda, feliz e realizada após superá-lo!”
(Tati Bernardi)

terça-feira, 13 de março de 2012

Meme!!! ;D

Esse Meme veio do blog Bem-me-quer-Mal-me-quer, que eu amoo de paixão!!

As regras são: cada pessoa tem que postar 11 curiosidades sobre si mesma(o) em seu blog. Responder as perguntas de quem te indicou e criar 11 novas perguntas para quem você for indicar responder. Escolher 11 pessoas para indicar e colocar o link delas no seu post, comentar no blog das pessoas que você escolheu e dizer que as indicou e não indicar a tag para quem já te indicou.

11 curiosidades sobre mim:
- Amo ler;
- Choro fácil;
- Adoro assistir filmes infantis;
- Sou teimosa pra caramba;
- Amo com facilidade;
- Prefiro me jogar em tudo do que ficar pensando como seria;
- Adoro morder (principalmente pezinhos de bebês);
- Caio F. A., Tati B. e Clarice L. escrevem "pra mim";
- Quando como algo doce, tenho que comer algo salgado depois;
- Já sofri muito por amor;
- Já fiz pessoas chorarem.

Perguntas da Simone:
1- O que te inspira a escrever.
- Tudo!

2- A música que é a sua cara.
- You and Me - Lifehouse

3- Frase mais dita por você.
- Prefiro entrar de cara e me arrepender do que ficar pensando nisso depois...

4- O que mais gosta de fazer.
- Ler e escrever

5- Que livro está lendo.
- Bíblia
6- O que te faz sorrir.
- Poder causar sorrisos..

7- O que te faz chorar.
- Decepcionar as pessoas que amo...

8- Filme pra assistir repetidas vezes.
- Harry Potter (todoos)

9- Seu pecado capital.
- Não me interpretem mal, mas nenhum.. tenho um pouquiiinho de todos, mas sem exageros, graças a Deus...

10- Um lugar.
- Qualquer um, se estiver bem acompanhada.

11- Algo que queria muito e já alcançou.
- Aprender a me amar antes de amar os outros.



Minhas perguntas:
1 - Qual sua estação preferida, e por que?
2 - Qual sua maior qualidade?
3 - E seu maior defeito?
4 - Qual o sentimento que mais move suas ações?
5 - Prefere ler ou escrever?
6 - O que mais gosta de fazer?
7 - Qual a música que te faz viajar?
8 - Qual ou quais os autores que você mais gosta de ler?
9 - Qual seu livro de cabeceira?
10 - O que mais te causa alegria?
11 - Qual o seu maior sonho?


O Meme vai para:
Cantinho K;
Som dos Passos;
Queira Tocar o Céu;
Coração e Alma de uma Garota;
Let It Be;
A Menina que Sacudia Palavras;


Sei que a regrinha é indicar para 11 blogs.. mas não sigo com tanta frequência tantos blogs.. então indico aos que mais leio!


sexta-feira, 9 de março de 2012

...


“Eu queria te contar que não dói mais. Só que agora não importa tanto o que você vai pensar sobre isso. Queria que você soubesse que já vi nossos filmes milhares de vezes e nem chorei. Ok, chorei. mas pelo filme, e não por você. Queria que você soubesse que tirei a poeira das nossas músicas, e que as ouço quase todos os dias. Porque elas me faziam mais falta do que você fez. Os nossos lugares não são mais nossos. Eu já voltei lá com outras pessoas, e escrevi lá outras histórias, eu estou aprendendo a tocar violão. A a primeira música que toquei foi aquela música que era uma espécie de hino pra nós dois. ela é tão linda... e sim, ela continua sendo muito nossa e lembrando demais você. Mas ainda sim, não dói. Você não pergunta essas coisas, mas sei que gostaria de saber. Porque te conheço. E isso não mudou. Do mesmo jeito que adivinhei as coisas ruins que você aprontaria, eu sei as coisas boas que ficaram aí em você e te fazem lembrar de mim. Porque a vida segue. Mas o que foi bonito fica com toda a força. Mesmo que a gente tente apagar com outras coisas bonitas ou leves, certos momentos nem o tempo apaga. E a gente lembra. E já não dói mais. mas dá saudade. Uma saudade que faz os olhos brilharem por alguns segundos e um sorriso escapar volta e meia, quando a cabeça insiste em trazer a tona, o que o coração vive tentando deixar pra trás. Confesso que me dá uma saudade irracional de você. E tenho vontade de voltar atrás, de ligar, de te dizer mil coisas, e cair em suas mãos, sem me importar com nada, simplesmente te entregar meu coração. Mas não, renuncio, me controlo e digo para mim mesmo que não é assim, que não pode ser, que você se foi, e não volta. “
- Caio Fernando Abreu

terça-feira, 6 de março de 2012


"As vezes me dá saudade sim, não nego. Mas eu me tornei forte, fria, desligada dessas coisas. Me dá saudade e eu vou pro shopping, ao cinema, vou pra festa. Me dá saudade e eu como tudo que eu gosto, sem medo de engordar. Me dá saudade e eu ouço uma música bem alta. Me dá saudade e eu dô mole pra alguém no facebook, só por diversão. Me dá saudade e eu esqueço da saudade, esqueço de quem eu tenho sa...udade e lembro de tudo que me fez desistir de você. Me lembro do quanto eu insisti em vão, do quanto eu fui burra. Deus, como eu fui burra! Resumidamente é isso... A saudade vem, mas existem milhares de coisas na minha vida para mandar a saudade pra puta que pariu. No fim, essas milhares de coisas acabam valendo muito mais a pena."


(Camila Miranda)

sexta-feira, 2 de março de 2012


‎"Se Branca de Neve não tivesse mordido a maçã ela não teria beijado o príncipe. Ás vezes temos que arriscar para que as coisas aconteçam"
(Desconheço autor)

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Desabafo

Nossa.. fazia tempo que eu não tinha tanta dificuldade em começar um post.. acho que é porque estou em um momento de recomeço, e isso assusta e tira as palavras... Recomeço, sim! Do zero! Estou olhando atentamente pra minha vida e vejo o quanto mudei.. e isso me alegra! Apesar de me sentir ainda fraca, sinto uma vontade tão grande de vencer que parece cobrir todo o resto! Quero mudança.. de casa, de cidade, de vida! Mas antes de tudo quero mudança de dentro pra fora.. Quero mais Deus em minha vida, e muito mais amor próprio! Quero cuidar de mim, de corpo e alma (literalmente) e lutar pra conquistar meu lugar ao sol! Priorizei "outras pessoas" por tanto tempo que me sinto no direito de me colocar em um pedestal e me adorar só uma vez! Quero gastar meu tempo e forças comigo! Pra meu crescimento, minha vitória! Poxa, eu mereço!! Quando olho pra trás e vejo o quanto deixei de fazer por mim para fazer por outros chega a doer um pouco.. não que não merecessem, sempre mereceram meu melhor.. mas eu dei meu tudo! Eu fiz com que fossem meu tudo! Fiz com que "ele" fosse meu tudo!! E agora? Sou apenas a ex que sofre ao vê-lo partir para um mundo de erros ao lado de outra... Dói demais.. E quanto ao amor? Ah, ele ainda ta aqui... ta mais brando.. quase adormecido.. e eu faço o que posso para que não desperte.. Se vai morrer, não sei.. mas vai dormir.. e isso me basta por agora... Amor futuro? Não quero pensar nisso.. embora me sinta sozinha e até um tanto carente, pensar nisso me assusta.. pensar em começar tudo de novo.. A paixão, depois o amor.. e uma possível desilusão... e como eu li hoje, mais um "ainda não era dessa vez"... Esse tombo foi por demais forte, e ainda não pude me recompor... Não curei minhas feridas ainda.. estão abertas e expostas mais uma vez.. E quantas vezes mais irão se abrir? Quantas vezes vou sofrer sozinha depois de amar sozinha?? Não quero mais isso.. Quero pensar em mim agora.. Em me erguer.. Em viver! O amanhã a Deus pertence, como dizem.. e meu coração também! Se deverei amar outro algum dia, no momento não importa.. Estou recolhida em meus aposentos me refazendo, e por tempo indeterminado! Mas de uma coisa eu sei: nunca mais deixarei que alguém seja meu tudo sem que eu seja o dele também.

( Detestei esse texto.. mal escrito, e praticamente sem nexo.. mas precisava escrever pra me libertar um pouco, então me desculpem o "mal jeito".. By: Angel)

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

E de repente...


... a gente olha pra frente e vê que há tanto ainda por vir que por mais que seja lindo, talvez ( apenas talvez ) seja melhor deixar o passado pra trás...

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Hoje não...


Por um tempo eu coloquei uma alegre máscara no rosto e saí por aí distribuindo sorrisos. Por um tempo eu tive acho que força pra isso... Mas essa máscara tornou-se por demais pesada pra que eu continuasse a levá-la comigo... E agora estou novamente de cara limpa.. limpa, inchada, com olheiras fundas e marcas de choro constante... Mas não posso mais fingir que está tudo bem.. não mais.. Eu tentei enganar até a mim mesma, e por um tempo eu consegui, mas não consigo mais.. não depois de te ver ao lado de outra.. e pior, saber que ainda me ama, ver isso em teus olhos e ainda assim não ser o bastante pra te ter de volta... Chega de tentar ter a força que não tenho! Chega de tentar mostrar o que não sinto! Chega disso tudo! CHEGA! 

Só queria ser forte o suficiente pra dizer 'chega' também a esse amor, que é meu tudo, mas que só me causa dor...

sábado, 18 de fevereiro de 2012

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012


Acho que to amando... de um jeito confuso, estranho, completamente de cabeça pra baixo..  do jeito mais simples que eu já consegui gostar de alguém. E por mais que eu tenha medo do que vem depois... com ele eu não tenho medo do que é agora.
Por um tempo pensei que fosse a carência.. a distância que estivesse confundindo meus sentimentos, mas um simples gesto, uma palavra pronunciada há mais de 1000 quilômetros de distância de mim foi o bastante pra clarear meu céu e mudar todo o roteiro.
Todos os planos, os limites, todo o esforço que eu fiz pra não me envolver, pra não me apaixonar.. tudo isso foi em vão. É impossível não amar esse garoto! É impossível não amar cada pequeno detalhe, cada defeitinho, e todas as qualidades!
Chega de lutar contra, chega de viver me privando de sentir. Ele chegou e invadiu, ocupou os espaços, se estabeleceu como proprietário dos meus sentimentos, e a única coisa que me resta a fazer é agradecer... agradecer por ter alguém que cultive no meu coração emoções tão belas, agradecer por poder compartilhar meus sorrisos e minhas lágrimas com alguém que me entende, me apoia, me dá bronca e cuida de mim, agradecer por poder confidenciar a ele os meus erros, meus defeitos e meus medos, agradecer por cada abraço, cada olhar carinhoso, cada afago, cada beijo, cada conselho, cada vez que ele ficou caladinho e me ouviu dizer 600 palavras (sem nexo) em menos de um minuto, agradecer  por ele me aceitar, e me deixar cultivar por ele sentimentos tão puros, agradecer por ele ser meu amigo, e por me deixar fazer a única coisa capaz de demonstrar me gratidão, que é oferecer o meu amor! Obrigada!

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012


"Eu juro que tentei fazer parte dessa tribo que não trabalha com sentimentos, que sai pelas noites curtindo a vida e sendo supostamente feliz. Só que me irrita essa gente que precisa de um litro de vodka pra dizer verdades, pra sorrir. Me incomoda essa felicidade engarrafada, esses sentimentos abafados, esses sorrisos forçados. Nem sempre eu tô feliz, mas sempre que tô sorrindo, é sincero, e é issoo que importa. Sou do tipo que não precisa provar nada pra ninguém, já que no fim das contas só eu posso me fazer feliz. Sentir menos como precaução é válido, mas querer convencer o mundo e a si mesmo que não sente nada, é tolice. Se meu momento é de ficar no quarto, chorando e me recuperando, não vou pra balada tirar foto feliz. Não atropelo meu tempo, pra não morrer atropelada. Por mim tudo bem, você pode diminuir mais o vestido, aumentar o decote e comprar outro batom vermelho. Mas e por dentro, seu coração tá de salto também?"
( Marcella Fernanda )

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

~* “Todo mundo tem suas manias, eu tenho as minhas. Mania de mexer no cabelo de 5 em 5 minutos, falar alto, encarar quem me olha demais. Mania de pensar demais, de acreditar em horas iguais, mania de ficar imaginando coisas antes de dormir, mania de rir por bobeira e de chorar de nervoso, aliás, mania de chorar por tudo, mania de escutar uma música e ficar me imaginando nela, mania de mudar de humor constantemente, mania de ver minha vida como se fosse um filme, na maioria das vezes um conto de fadas que ainda vai ter um final feliz, mania de ter medo de tudo, de falar o que eu sinto e de te perder. Mania de pensar no que já fiz, mania de repeti-las mesmo que me arrependa."

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012


De alguma forma eu sabia que seria amor. Eu não sei, mas acho que a gente olha e pensa: “Quero pra mim”. Mas dá um frio na barriga, um tremor, um medo de depender de alguém, de sofrer, de escolher errado, de lutar por algo que não vale a pena. Porque o coração nem sempre é mocinho. Foi por isso que corri, tentei fugir, mas quando tem que ser, não adianta, será.

(Caio Fernando Abreu)

Cérebro diz: Esquece ele. 
Esperança diz: Vocês ainda vão ficar juntos.
Orgulho diz: Tadinho, não sabe o que perdeu. 
Coração diz: Independente de qualquer coisa, é ele que você ama.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012


"Nada jamais continua,
Tudo vai recomeçar!

E sem nenhuma lembrança
Das outras vezes perdidas".
(Mário Quintana)

~* Sonho.. aperto no peito.. nostalgia...

Sonhos


Não entendo porque veio me visitar essa noite.. Por que, depois desse tempo todo invadiu meus sonhos??
Me sinto tão bem, segura, feliz até.. e agora terei que passar pelo menos esse dia com o tormento do seu rosto em minha mente...
Confesso que me entristece um pouco.. sim, porque isso quer dizer que está adormecido dentro de mim, mas não morreu.. E será que não é melhor que morra??
Quero paz.. alegrias... Quero sossego! Por que cargas d'água veio mais uma vez me tirar a paz? Você e meu coração deviam mesmo fazer um acordo: ele te permite ir de vez, e você promete não mais voltar.. ou volta de uma vez pra nunca mais ir... Eu só quero a felicidade de acordar bem todos os dias de novo...
(By: Angel)

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012


Pessoas que te xingam na cara e te defendem pelas costas..
... Mundialmente conhecidos como : amigas(os).

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Crônica do Amor

Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo a porta.

O amor não é chegado a fazer contas, não obedece à razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar.
Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referenciais.
Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca.
Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.
Você ama aquela petulante. Você escreveu dúzias de cartas que ela não respondeu, você deu flores que ela deixou a seco.
Você gosta de rock e ela de chorinho, você gosta de praia e ela tem alergia a sol, você abomina Natal e ela detesta o Ano Novo, nem no
ódio vocês combinam. Então?
Então, que ela tem um jeito de sorrir que o deixa imobilizado, o beijo dela é mais viciante do que LSD, você adora brigar com ela e ela adora implicar com você. Isso tem nome.
Você ama aquele cafajeste. Ele diz que vai e não liga, ele veste o primeiro trapo que encontra no armário. Ele não emplaca uma semana nos empregos, está sempre duro, e é meio galinha. Ele não tem a
menor vocação para príncipe encantado e ainda assim você não consegue despachá-lo.
Quando a mão dele toca na sua nuca, você derrete feito manteiga. Ele toca gaita na boca, adora animais e escreve poemas. Por que você ama
este cara?
Não pergunte pra mim; você é inteligente. Lê livros, revistas, jornais. Gosta dos filmes dos irmãos Coen e do Robert Altman, mas sabe que uma boa comédia romântica também tem seu valor.
É bonita. Seu cabelo nasceu para ser sacudido num comercial de xampu e seu corpo tem todas as curvas no lugar. Independente, emprego fixo, bom saldo no banco. Gosta de viajar, de música, tem loucura por computador e seu fettucine ao pesto é imbatível.
Você tem bom humor, não pega no pé de ninguém e adora sexo. Com um currículo desse, criatura, por que está sem um amor?
Ah, o amor, essa raposa. Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados.
Não funciona assim. 
Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo que o Amor tem de indefinível.
Honestos existem aos milhares, generosos têm às pencas, bons motoristas e bons pais de família, tá assim, ó!
Mas ninguém consegue ser do jeito que o amor da sua vida é! Pense nisso. Pedir é a maneira mais eficaz de merecer. É a contingência maior de quem precisa.
(Arnaldo Jabor)

domingo, 5 de fevereiro de 2012


~* E então, como uma garotinha assustada, abri meus olhos aos poucos, com receio.. e vi uma vida inteira pela frente! Vi força, amigos, família e Deus... E percebi que o meu sorriso "acompanhado" é lindo.. mas que pode sim ser mais bonito "sozinho"... 

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012


  "...Ainda é cedo e eu preciso de amor. Só um pouquinho de amor... Quero que ele veja o quanto mudei por causa dele, na esperança de que seu riso congelado saia do automático e eu ganhe um único sorriso verdadeiro... Talvez meu amor tenha aprendido a ser menos amor só para nunca deixar de ser amor..." 
((Tati Bernardi))

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Mais uma vez...


"Te quero. Te quero molhado, com o cabelo despenteado, com cara de sono, com sorriso malicioso, com olhar sincero. Te quero sorrindo, bravo, nervoso, emburrado, feliz, chateado, triste. Te quero lindo, te quero feio, te quero desarrumado, te quero perfumado. Te quero na sala, no quarto, na rua, tanto faz. Te quero aqui, te quero acolá. Te quero para transformar eu e você em nós."
(Tati Bernardi)

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Amor ou Paixão?

"A paixão testa, o amor prova. A paixão acelera, o amor retarda. A paixão incrimina, o amor perdoa. A paixão convence, o amor dissuade. A paixão é desejo da vaidade, o amor é a vaidade do desejo. A paixão não pensa, o amor pesa. A paixão vasculha o que o amor descobre. A paixão não aceita testemunhas, o amor é testemunha. A paixão facilita o encontro, o amor dificulta. A paixão não se prepara, o amor demora a falar. A paixão começa rápido, o amor não termina."


(Fabrício Carpinejar)


~* E agora que você está chegando, tenho medo.. mas eu sei que é amor, sempre foi! Vai dar tudo certo!!

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

~* Não gosta de mim? Entra na fila..
Quer me derrubar? Vai em frente, fico mais forte a cada vez que me levanto...
Quer me ver pra baixo? Desculpe.. o máximo que vai conseguir é me ver POR baixo!
Acha que sou incapaz? Tenho um Deus que me capacita, e n'Ele tudo posso...
Depois disso tudo ainda quer me difamar? Vai em frente! Eu não ligo! O que vem de baixo NÃO me atinge, e o que não me mata, me fortalece!

Meu tempo é precioso demais pra eu perder com quem não vale a pena!

Campanha pela vida: cada um cuidando muito bem da sua!
#FicaDica!!
(By: Angel)

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012


...E ao me deitar, sonhar acordada um tempo, buscando na lembrança seu lindo sorriso.. e depois, quando a imagem do teu fizer com que surja também um em meus lábios,  dormir, para sonhar que estou envolta em teus braços, te ouvindo sussurrar mais uma vez "eu te amo" em meus ouvidos...
(By: Angel)

terça-feira, 17 de janeiro de 2012


E a gente vê os erros que comete.. e a gente aprende a concertar!
E a gente enxerga o caminho certo, e recomeça a caminhar...
E a gente entende que o amor é o maior sentimento que há!

Acima de erros.. acima de tudo! O amor, se é verdadeiro, é forte e vencerá!!
(By: Angel)

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Viajar

Descobri algo interessante: eu gosto de viajar!
Não importa o destino, nem o tempo da viajem... não é pra onde eu estou indo que importa!
Gosto do caminho, da paisagem... Gosto de olhar as plantações, os campos repletos de árvores...
Gosto até mesmo dos brejos que aparecem, e dos grandes descampados...
É que, dentro do carro, ouvindo minhas músicas, cada paisagem me faz refletir sobre algo: sobre a fartura e beleza da vida, sobre liberdade, sobre os problemas e suas soluções, e sobre as dores...
Viajando eu viajo.. revivo momentos, revejo conceitos..
Sair do meu cotidiano e estar "em lugar nenhum" me faz bem.
Me faz enxergar.
Me faz crescer!
Viajei.. e na viajem, viajei pra dentro de mim.. e me vi.. vi minha vida, minhas escolhas, meus erros.. e vi onde devo melhorar! 
E agora que estou de volta dessa viajem, sinto-me pronta para iniciar outra.. porém, essa será um pouco mais difícil: começa agora a viajem por mudanças! Melhorias! Minh'alma viaja agora em si mesma, se corrigindo e evoluindo... crescendo.. sentindo a esperança renovar suas forças... Transformando tudo quanto é necessário em pró de uma felicidade que me escapou por não me conhecer direito.. em pró de um amor quase perdido, que sinto, retornará, e embarcará comigo em uma longa viajem chamada Vida!

~* Viajar.. e viajar em mim.. isso me fez metamorfozear mais uma vez.. e agora sinto que posso bater mais forte minhas asas e voar longe, para jardins ainda mais belos e floridos..

(By: Angel)

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Nascer do Sol


Hoje, depois de muito tempo, eu vi o nascer do sol.. É que eu não dormi.. não pude depois de tudo..  

O que mais me dói e saber que sou culpada pelo teu sofrimento, e pelo meu.. mais uma vez...
A noite toda tentando entender como tais palavras puderam sair da minha boca por tão pouco.. como eu pude simplesmente jogar tudo pro alto... como vai ser agora...
E hoje o sol nasceu.. fosco, frio, sem vida... ou eu nasci assim no dia de hoje, não sei...  Tudo o que sei é a dor que sinto no fundo da alma, e o frio que tomou conta do meu coração... Tudo que vejo são incertezas.. sonhos estagnados.. e um medo tão grande que suga de mim qualquer força...
Sempre acreditei que nascemos de novo a cada novo dia, mas agora, penso que morrerei mais uma vez sempre que acordar.. porque talvez você já não esteja comigo...
E mesmo que a palavra "Fim" tenha sido dita, ainda que com razão, bem no fundo de minh'alma, no mais profundo do meu coração, ainda há uma centelha acesa, a esperança não morreu.. não ainda.. porque o amor está vivo, e muito vivo, e se aquece nessa esperança, lutando bravamente para sobreviver.. e tudo o que ele me pede é pra que eu sobreviva com ele, e que lute também bravamente por esse amor, o nosso amor que sei que também há em você... 
Me sinto fraca, mingando aos poucos, mas ainda sim desejo lutar.. não sei com que armas, não sei por quais meios, mas eu vou travar essa luta até que o "fim" se torne um novo "começo"...
(By: Angel)

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Fim (???)


E que agora eu tenha forças.. e Deus esteja comigo! Que tudo quanto eu fizer possa ser para o melhor.. melhor pra mim! E que, com ou sem mudança, eu saiba caminhar olhando sempre pra frente, porque o que é verdadeiro pode até se afastar, mas nunca me deixar totalmente... e volta.. o que é verdadeiro não acaba jamais...

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Eu gosto...

Eu gosto da maneira como gosto de você. Gosto de imaginar você aqui, e gosto mais ainda de sentir você comigo. Gosto de pensar no futuro, pois você sempre está nele... gosto de pensar em nossos pés enlaçados debaixo dos lençóis em uma manhã chuvosa de domingo, na nossa casa, nossa vida... Gosto de pensar no som da sua risada abafada. Da segurança do seu abraço forte. Gosto de imaginar nossas brincadeiras, e você dizendo o quanto eu sou irritante, e eu o quanto te odeio. Riríamos, pois saberíamos o quanto aquilo queria dizer que nos amamos. Gosto de pensar que um dia vamos dividir a mesma cama, o mesmo cobertor, e por descuido, até o mesmo travesseiro. Que um dia vou poder te morder e te beliscar, sabendo que você vai estar gostando. Que vou sempre poder te dizer o quanto eu te amo. Gosto de pensar que vamos nos beijar no meio de uma conversa, quando eu estiver falando demais, e que no meio desse nosso beijo alguém vai rir, porque saberemos que é melhor silenciar o outro assim do que de qualquer outro modo. Gosto de imaginar sua voz no meu ouvido, me desejando boa noite, ou bom dia. Vai ser maravilhoso todos os dias, deitar, olhar para o lado e te ver ali, e saber que a distância que nos separa é a de um travesseiro. Gosto de nos imaginar envelhecendo juntos... E que mesmo 40 anos depois, nos olhemos nos olhos e, mesmo sem palavras, diremos um ao outro: Eu continuo me apaixonando por você todos os dias!